Ranking Cobre

A exigência por Cu pelas plantas é muito baixa, sendo absorvido na forma de Cu2+ e estando entre 0,002% a 0,005% em sua matéria seca, sendo pouco móvel e apresentando sintomas de deficiência em órgãos mais jovens. A principal função do Cu2+ nas plantas é participar em reações de óxido-redução tanto no processo fotossintético quanto respiratório, pela sua capacidade de alteração de sua valência (Cu+ reduzido para Cu2+ oxidado), além de fazer parte do grupo prostético de diferentes enzimas ligadas ao metabolismo antioxidante, reduzindo a formação de radicais livres na planta e reduzindo os efeitos negativos ocasionados principalmente pelos estresses abióticos sobre a estrutura e metabolismo vegetal. Os sintomas de deficiência de Cu2+ são expressos pelo crescimento anormal das folhas, que se encarquilham e ficam salientes (engrossadas), com tonalidade verde escura, porém no campo dificilmente é percebida.

CONCENTRAÇÃO DE

NUTRIENTES


N P2O5 K2O Ca Mg S Fe B Zn Mn Cu Mo Co D(g/cm3)*
- - - - - 4,00 - - - 0,50 7,00 - - 1,20

INTRUÇÕES

DE USO


CULTURAS DOSAGEM POR APLICAÇÃO (/ha) ÉPOCA DE APLICAÇÃO
0,4 a 0,8 lt. Aos 25 e 45 dae